Como causar um grande impacto em uma tela pequena

20 de março de 2018

Quando você sai da casa, quais são os principais itens que leva consigo? Para a maioria de nós, trata-se do “básico” — chaves, carteira/bolsa, as crianças (se você tem filhos) e o seu celular. No mundo atual, o telefone celular é como o cartão American Express… você “não sai de casa sem ele”.

Somente nos EUA, há mais de 125 milhões de consumidores com um smartphone. Olhe para baixo — há grandes chances de você ter um aparelho na sua mesa, ou você pode estar lendo isso no seu celular. Os smartphones podem ser usados para praticamente qualquer coisa hoje em dia — jogar, assistir seus programas de TV favoritos, ouvir suas músicas prediletas, informar seus amigos sobre o restaurante no qual você está e (pasmem) até mesmo conversar com outras pessoas.

O que você pode não perceber é como o celular assumiu um papel dominante como a principal fonte de tráfego para o comércio eletrônico. Pense nisso. É provável que todos nós façamos isso, mesmo que inconscientemente. Com que frequência você entra em uma loja, vê um item na prateleira e, em seguida, puxa o seu telefone celular para ver quanto o produto custa na Amazon, ou faz uma pesquisa no Google para ver se você consegue encontrar um preço melhor em outro lugar?

Oitenta por cento dos consumidores usam dispositivos móveis durante as compras — seja para fazer uma pesquisa sobre o produto ou para concluir a transação. O celular representou mais de 50% do tráfego e mais de 40% de todas as receitas de vendas durante o fim de semana “Cyber 5” deste ano. À medida que a participação dos celulares nas transações de comércio eletrônico continua crescendo, você deve se certificar de que suas listagens de produtos estejam bem apresentadas em um dispositivo móvel.

Há muito a considerar ao otimizar suas listas de produtos para dispositivos móveis. Você deve pensar nos canais do marketplace ena sua própria loja virtual (se tiver uma). Embora as opções sejam numerosas, centrar-se nestas quatro áreas permitirá que você aproveite melhor esse segmento de mercado em crescimento.

Títulos dos produtos

O título é um dos componentes mais importantes de qualquer lista de produtos. Não importa se ele aparece em um desktop, tablet ou smartphone. O título é a primeira chance para os compradores verem o que está sendo oferecido, e ajuda a responder à pergunta “é isso que eu estou procurando?”

Bons títulos consistem nos seguintes elementos:

  • Marca/Fabricante
  • Nº do modelo
  • Tamanho/Cor
  • Palavras-chave relevantes

A maioria dos marketplaces permitirá até 500 caracteres no título do produto — isso é muito! O principal fator aqui é que muitos canais restringem o número de caracteres disponíveis para exibição na listagem móvel. Dessa forma, ao criar o seu título, mantenha-o com menos de 80 caracteres e, assim, inclua as informações mais importantes primeiro.

Um título forte ajudará seus produtos a aparecerem em melhores posições nos resultados de pesquisa, oferecendo maior visibilidade e exposição aos compradores.

Descrições dos produtos

O título chama a atenção, mas a descrição é onde você pode realmente começar a explicar o que é o item é, e o que o torna especial. A maioria dos canais permitirá mais de 2.000 caracteres para uma descrição de produto. Mas reflita sobre como isso se traduziria em um celular.  Você gostaria de rolar a tela incessantemente para ler a descrição completa? Eu sei que não.

Uma boa descrição de produto para um dispositivo móvel deve estar limitada a 200-300 caracteres e escrita na forma de parágrafo. Provavelmente você não será capaz de explicar tudo sobre esse item no que equivale a duas postagens no Twitter. Portanto, concentre-se em destacar os principais pontos de venda desse produto.

PS — Assim como na escola, ortografia e gramática fazem a diferença! Exceto que aqui, em vez de tirar uma nota ruim, você verá resultados de pesquisa ruins, vendas baixas e lucros menores.

Características dos produtos

Você tem um bom título, e sua descrição faz o seu trabalho de oferecer o elevator pitch para manter os compradores interessados — mas ainda há mais informações para compartilhar! Este é o lugar onde os recursos adicionais do produto podem ser utilizados.

Esses recursos adicionais podem ser formatados de várias maneiras diferentes. Por exemplo, a Amazon lista estes itens como bullets. Embora você possa ter até cinco bullets para um item, apenas os três primeiros estarão visíveis imediatamente. O eBay refere-se a esses recursos como Item Specifics

Essas ferramentas são particularmente poderosas, permitindo que o comprador veja os principais atributos desse item imediatamente, e facilitando percorrer a lista para encontrar as informações que ele necessita.

Você pode destacar os termos ou frases-chave em negrito ou usar maiúsculas para destacar esses recursos para o comprador e fornecer uma indicação melhor sobre o que esse item específico trata.

Imagens de produtos

Quando foi a última vez que você comprou alguma coisa invisível? Provavelmente já faz um bom tempo. Uma das desvantagens de comprar on-line é que você só vê o que o vendedor quer que você veja. É por isso que, em se tratando de imagens de produtos, MAIS é melhor!

A maioria dos canais permite que você carregue várias imagens para um único produto. Aproveite isso! Os produtos com três ou mais listas apresentam resultados melhores nas buscas e também têm taxas de conversão mais altas do que produtos com apenas uma imagem. Aqui estão alguns elementos simples a serem considerados em relação às suas imagens:

  • Utilize imagens de alta resolução (1.000-1.200 pixels).
  • Utilize fundos brancos para manter o foco exclusivamente no produto.
  • Lembre-se: várias imagens = vários ângulos.  Mostre todos os lados diferentes do produto

A melhor parte é que você não precisa ser um fotógrafo profissional para ter excelentes imagens. A maioria das marcas oferecerá imagens dos seus produtos que você pode usar que atendam as diretrizes mencionadas.

Se você passar algum tempo explorando cada uma dessas quatro áreas-chave, estará bem posicionado para listar produtos em qualquer marketplace móvel. A melhor parte é que, ao realizar essas etapas, você realmente mata dois coelhos com uma cajadada, pois essa otimização também será transferida para a visualização em desktops. Lembre-se: cada marketplace é diferente. Portanto, consulte seus parceiros de canal para requisitos e recomendações específicos.

No mundo ocupado de hoje, os compradores recorrem aos seus smartphones por conveniência e eficiência. Certificar-se de que suas listagens de produtos estão otimizadas para o marketplace móvel garantirá uma experiência de compra mais agradável para seus clientes, e você verá um grande impacto nas receitas dessa tela pequena!