A Paridade de preços ainda está em seu radar? Porque ela está no radar da Amazon!

22 de junho de 2014

Marketplaces ChannelAdvisor Autor ChannelAdvisor

A vida é baseada em ciclos. Fluxos e refluxos. Ação e reação. Tudo indica que a paridade de preços da Amazon está passando por um desses ciclos, na medida em que está voltando a ter uma “grande visibilidade”. Então vamos falar sobre isso e assegurar que você esteja pronto para o nível de atenção cada vez maior que está sendo dado a ela.

Em primeiro lugar, o que é paridade de preços? De acordo com a regra geral de preços da Amazon, a empresa exige que o preço total oferecido na Amazon (o qual inclui preço, frete e descontos) seja igual ou inferior ao menor preço total ofertado em qualquer outro canal de vendas on-line. Na ChannelAdvisor, nós referimos a essa regra como a cláusula de paridade de preços.

Além disso, alguns vendedores que fazem parte de um plano de venda Professional com a Amazon (ou outros programas similares), assinarão acordos revisados especiais com a Amazon. Tais acordos podem conceder benefícios ao vendedor, como taxas de venda reduzidas, pagamentos mais frequentes da Amazon e muito mais. É comum que esses acordos individuais também tenham uma cláusula de paridade, que varia em escopo e exigências da regra geral de preços.

As implicações da paridade de preços são enormes.

A Amazon está garantindo que seus vendedores apresentarão a sua melhor oferta para os compradores da Amazon, o que, por sua vez, dá aos compradores um motivo bastante convincente para fazer da Amazon o seu destino de compras. Causa e efeito. (Isso poderia ser uma das razões para o declínio no tráfego dos sites de comparação de preços, uma vez que a Amazon tornou-se o destino da comparação de preços?)

Essencialmente, a Amazon garantiu assim que terá (ou igualará) o preço mais baixo para uma enorme porcentagem de seu catálogo. Bela jogada, Amazon.

Antes de irmos adiante, vamos deixar claro que a) nem todos os vendedores têm exigências de paridade; e b) essas exigências podem variar conforme o vendedor. Por exemplo, a política de paridade da Amazon varia ao redor do mundo, com os vendedores do Reino Unido e Europa sendo completamente isentos depois que a Amazon retirou a exigência em 2013. (Observação aos leitores: este post só se aplica aos vendedores da Amazon nos EUA).

A paridade de preços e você

Nos últimos meses, temos visto um aumento no número de vendedores relatando violações de listagem causadas pela disparidade de preços. Em um bom número desses casos, as contas dos vendedores foram suspensas. Se você estiver nessa situação, confira nosso recente post sobre como reverter uma suspensão de conta da Amazon. Se você não tiver incorrido em violações de disparidade de preços, tome isso como um lembrete prático de auditar a sua estratégia de preços para detectar qualquer coisa que possa colocar você em complicações com os termos do seu acordo com a Amazon.

Condições de paridade surpreendentes em acordos de vendedor revisados
Se você tem um acordo revisado da Amazon (e não está localizado no Reino Unido ou na Europa), dedique algum tempo para analisar o documento e localizar a cláusula relacionada à paridade. Esteja ciente de que o seu acordo específico exige que você possa garantir a sua conformidade. Se você é como a maioria, você pode ter subestimado (ou esquecido) algumas condições surpreendentes que muitas cláusulas de paridade exigem. Aqui estão algumas exigências rigorosas que temos ouvido dos clientes:

• A paridade de preços se estende a produtos adquiridos offline
• A paridade de preços se estende a variações (como cor, tamanho, etc.) — o que significa que se você oferecer uma versão azul na Amazon, a versão vermelha não pode ter um preço mais baixo em outro lugar.
• A paridade de preços refere-se ao preço “global”, por isso todos os abatimentos, descontos específicos do produto e cobranças/descontos de frete precisam ter uma paridade de preços “global” comparável na Amazon também.
• A paridade se estende a atendimento ao cliente, devoluções e políticas de reembolso.
• A paridade se estende à abrangência e qualidade dos dados — o que significa que você estará enviando à Amazon seus melhores e mais abrangentes dados sobre os produtos.
• A paridade de preços exige que os vendedores forneçam reembolsos aos clientes quando uma disparidade é descoberta.

Conforme dissemos, analise seus acordos e verifique os termos aos quais está vinculado. Todas as condições acima poderiam ter efeitos de longo alcance sobre as suas estratégias ao longo dos canais, então você provavelmente vai querer analisá-las com bastante atenção.
Onde os vendedores mais erram?

Gostaríamos de poder dizer que não vemos a paridade de preços resultando em suspensão de contas, mas infelizmente esse não é o caso. Para manter o seu negócio protegido, aqui estão as formas como temos visto varejistas eliminarem a disparidade de preços que fez com que eles fossem banidos da Amazon:

1. Os “Chapéus pretos/cinzas”: Confira nosso recente post no blog sobre este tema aqui, porém estes são vendedores que estão deliberadamente contornando as regras. A Amazon usa automação e algoritmos para detectar diferenças de preços, por isso não se surpreenda quando ela identificar disparidades.

2. Desconhecimento dos funcionários com relação à política: Todas as pessoas em sua equipe envolvidas com as necessidades de preços precisam ser informadas sobre a cláusula de paridade. Deve estar claro para todos como permanecer em conformidade e qual é a sua estratégia de preços em canais variados.

3. Gerenciando Marketplaces em silos: Às vezes, os varejistas gerenciam a Amazon separadamente de seus outros canais de venda, o que abre a porta para lacunas e inconsistências em dados e preços. Isso pode fazer com que seu preço na Amazon acabe sendo inadvertidamente maior que o seu preço no eBay, loja online ou outro preço. Sistemas como a ChannelAdvisor podem ajudar a consolidar seus esforços multicanal e evitar essas situações.
4. Automação de remarcação de preços isolada: Alguns vendedores usam sistemas de remarcação de preços que fluem bem, otimizando os preços da Amazon — mas sem a menor preocupação com relação a outros canais de e-commerce. Este é um cenário perigoso, e qualquer preço determinado por uma solução de remarcação de preços deve ter um sistema de verificações internas de modo que os preços não estejam acima dos outros sites e canais. A ChannelAdvisor pode manter isso sob controle para você com o nosso “Remarcardor”, um reprecificador com observador de preços. Entre em contato com nossas equipes de vendas ou suporte, caso deseje obter mais informações.
Próximos passos

Ultimamente temos dado a você muito o que pensar em relação à conformidade com seus acordos com a Amazon. Eu sei que há muitas mais coisas que você precisa fazer caber no seu dia de trabalho do que ficar assegurando-se de que esteja seguindo as regras. Mas, assim como tenho certeza de que você quer evitar uma auditoria da Receita Federal em uma malha fina, espero que uma notificação de suspensão da Amazon seja algo que você também queira evitar — especialmente quando a Amazon está passando por uma temporada de organização, como parece ser o caso agora.